Frases


Felicidade não tem preço

O sofrimento pode NÃO existir.

Ele é algo que aprendemos a sentir dentro de uma situação que contraria a nossa vontade.

A situação existe, mas sofrer dentro dela pode ser escolha nossa.

Finanças

Se o dinheiro esta ´curto`…Sorria!

O sorriso atrai a prosperidade.

Familia

Se esta havendo conflitos… Sorria!

O sorriso dissolve as energias pesadas.

Trabalho

Se o progresso parece lento…Sorria!

O sorriso abre portas novas pra novas possibilidades.

Amigos

Se alguns o desapontam ….Sorria!

O sorriso é um imã para novas amizades.

Saúde

Se não esta bem …Sorria!

O sorriso fortalece as defesas do corpo.

Idade

Se ela o preocupa …Sorria!

O sorriso emite a luz da jovialidade.

Solidão

Se ela aparecer…. Sorria!

O sorriso conquista boas companhias.

Amor

Se você esta sem nenhum ….Sorria!

O sorriso nos torna mais atraentes.

Há momentos na vida em que realmente não da para sorrir.

Nesses momentos sorria para Deus.

Ele retribuirá o seu sorriso !!!

QUERO

Carlos Drummond de Andrade

Quero que todos os dias do ano
todos os dias da vida
de meia em meia hora
de 5 em 5 minutos
me digas: Eu te amo!

Ouvindo-te dizer: Eu te amo,
creio, no momento, que sou amado.
No momento anterior
e no seguinte,
como sabê-lo?

Quero que me repitas até a exaustão
que me amas que me amas que me amas.
Do contrário evapora-se a amação
pois ao dizer: Eu te amo,
desmentes
apagas
teu amor por mim.

Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.

Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
feito som
vibração espacial.

No momento em que não me dizes:
Eu te amo,
inexoravelmente sei
que deixaste de amar-me,
que nunca
me amaste antes.

Se não disseres urgente repetido
Eu te amo amo amo amo amo,
verdade fulminante que acabas de desentranhar,
eu me precipito no caos,
essa coleção de objetos de não-amor.

QUERO

Luis Fernando Verissimo

Luís Fernando Veríssimo

*COISAS QUE LEVAREI ANOS PARA APRENDER…*

Luís Fernando Veríssimo

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom ou
empregado, não pode ser uma boa pessoa.* (Esta é muito importante.
Preste atenção, nunca falha).

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com
você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.** (Está
cheio de gente querendo te converter!).

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.* (Na maioria
das vezes quem está te olhando também não sabe! Ta valendo!).

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.* (Deus deu 24 horas
em cada dia para cada um cuidar da sua vida e tem gente que insiste em
fazer hora-extra!).

5. Não confunda sua carreira com sua vida.* (Aprenda a fazer escolhas!).

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e
um laxante na mesma noite.* (Quem escreveu deve ter conhecimento de causa!).

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a
raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial,
essa palavra seria ‘reuniões’.* (Onde ninguém se entende…..)

8. Há uma linha muito tênue entre ‘hobby’ e ‘doença mental’.* (Ouvir
música é hobby… No volume máximo às sete da manhã pode ser doença
mental!).

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito* (Que bom!)

10. Lembre-se: nem sempre os profissionais são os melhores. Um amador
construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.*
(É Verdade!).

Uma última, mas não menos sábia.
‘Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que   outra pessoa morra.’

William Shakespeare

” Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para pensar em tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!”

Carlos Drummond de Andrade

Para se ter a rosa mais bonita e perfumada, é preciso enfrentar os espinhos.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.